MENU COM SUBMENU

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Hoje - Brasil x Sérvia ''Último amistoso antes do bicho pegar''


A seleção brasileira entra em campo hoje para o último teste antes da abertura da Copa do Mundo, em amistoso contra a Sérvia, que acontece no estádio do Morumbi, em São Paulo, às 16h (horário de Brasília).

Depois de duelos com África do Sul, pensando em Camarões, Panamá, com olhar voltado para o México, agora é a vez de enfrentar uma seleção “semelhante” à Croácia, primeira rival da equipe de Luiz Felipe Scolari no Mundial.

A seleção entrará em campo com time titular, ou pelo menos este é o objetivo do técnico. Oscar, que viajou de Teresópolis para Campinas, onde acompanhou o nascimento da filha Júlia, é a única dúvida da escalação. Na coletiva de ontem, o comandante da seleção revelou que irá conversar com o jogador antes do jogo.

Felipão já confirmou ontem que se o meia do Chelsea não atuar, Willian, outro jogador dos ‘Blues’ irá para a partida. Thiago Silva e Paulinho, que foram poupados na vitória sobre o Panamá, por 5 a 0, também vão a campo.


Para o duelo com os sérvios, as principais preocupações são quanto a marcação pelos lados de campo, já que Daniel Alves e Marcelo tem sofrido para parar Willian e Bernard nos treinos coletivos realizados na Granja Comary.

A seleção do Leste Europeu, que ficou fora da Copa ao terminar na terceira colocação no grupo A das Eliminatórias, que tinha croatas e belgas, vem de empate com os panamenhos em 1 a 1. Antes disso, os sérvios bateram a seleção jamaicana por 2 a 1.

O jogo do Morumbi será o primeiro entre Brasil e Sérvia. Antes disso, foram 18 confrontos dos pentacampeões mundiais com a extinta Iugoslávia, com 10 vitórias brasileiras, seis empates e apenas duas derrotas.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES:
Brasil:
Julio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar (Willian); Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Sérvia
Stojkovic; Gudelj, Ivanovic, Tosic e Dordevic; Tadic, Kolarov, Mitrovic, Matic e Basta; Markovic. Técnico: Ljubinko Drulovic.

Estádio:
Morumbi, em São Paulo.
Árbitro:
Enrique Cáceres (Paraguai), auxiliado pelos compatriotas Dario Gaona e Milciades Saldivar.

Gazeta do Oeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário