MENU COM SUBMENU

sexta-feira, 4 de julho de 2014

COPA DO MUNDO: Hoje - Brasil x Colômbia!


Ambos vestem a camisa 10, possuem 22 anos e defendem uma camisa amarela. Neymar e Rodriguéz podem não possuir força suficiente para acabarem com a miséria ou corrupção nos seus países, mas são considerados heróis no contexto atual. Ambos carregam suas nações nas costas e definem nesta sexta-feira, 4, no confronto entre Brasil e Colômbia, em Fortaleza às 17 horas, qual povo vai chorar ou sorrir. 

Os dois não fogem da responsabilidade, mesmo que pese. Na Colômbia, o presidente Juan Manuel Santos decretou até feriado nacional nesta sexta. "O dia cívico começa às 17h, e já alerto a todos que comemorem com calma e em paz", disse o chefe de estado, mostrando o que está caindo sobre as costas do astro Rodriguéz. Do lado de Neymar, o camisa 10 ganhou até acompanhamento psiquiátrico para sustentar bem a responsabilidade. 

Pelo menos no Mundial, ambos assumiram o papel de protagonistas. Por isso, é inevitável a comparação entre Neymar e Rodriguéz, pois um craque terá que sucumbir ao outro no Estádio Castelão. Na briga pessoal pela bola de ouro da Copa, o colombiano tem sido mais eficiente que o brasileiro. 

Enquanto Neymar foi eleito duas vezes como melhor em campo pela Fifa, James recebeu a premiação em três jogos. Foi mais decisivo também quando sua seleção precisou. Fez gol em todos os duelos da Colômbia na Copa, incluindo os dois que deram a vitória sob o Uruguai, nas oitavas de final. Neymar marcou em dois dos quatro jogos da Seleção. 

O craque brasileiro leva melhor nas jogadas individuais, mas perde quando o assunto é servir aos companheiros. O astro do Barcelona é campeão de dribles, com 20 executados, contra apenas nove do colombiano, que prefere o fundamento do passe. Enquanto Rodriguéz deu 130 passes corretos, Neymar somou 113.  

FICHA TÉCNICA - Brasil x Colômbia 

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza
Data/Horário: sexta-feira, 4, às 17 horas


Árbitro: Carlos Velasco (Espanha) 

Brasil - Júlio César; Daniel Alves (Maicon), Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Fernandinho e Paulinho; Oscar, Hulk e Neymar; Fred (Henrique). Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

Colômbia - Ospina; Zúñiga, Zapata, Yepes e Armero; Aguilar, Sánchez, Cuadrado e James Rodríguez; Gutiérrez (Bacca) e Jackson Martínez (Ibarbo). Técnico: José Pékerman.

Sim News

Nenhum comentário:

Postar um comentário