MENU COM SUBMENU

terça-feira, 2 de setembro de 2014

PE SUB-23: Altinho poderá ser julgado no TJD-PE, depois de confusão contra o Araripina


A partida entre Altinho e Araripina ocorrida no último domingo, válida pela 7ª rodada do Pernambucano Sub-23, continua repercutindo fora das quatro linhas. Isso porque, toda a confusão causada fora do Políbio Lemos, além dos ânimos exaltados dentro das quatro linhas, após as expulsões de jogadores da equipe da casa, foram relatadas na súmula pelo árbitro José Woshington da Silva.

O juiz da partida citou o técnico Catende, do Altinho, que segundo o Woshington, invadiu o campo sem permissão e proferiu as seguintes palavras: "A BOLA FOI FALTA, VOCÊ ESTÁ (...) A EQUIPE DA GENTE, SOMOS TODOS PAIS DE FAMÍLIA E VOCÊ VEIO PARA ACABAR COM A NOSSA EQUIPE, VOCÊ É MUITO FRACO". 
O árbitro descreveu ainda, que o automóvel usado pela equipe de arbitragem foi encontrado com avarias. AO SE DIRIGIR AO ESTACIONAMENTO DO ESTÁDIO ONDE SE ENCONTRAVA O CARRO (...), QUE LOCOMOVEU A EQUIPE DE ARBITRAGEM, FOI CONSTATADO PELO SR. RICARDO JORGE, QUARTO ÁRBITRO DA PARTIDA QUE OS DOIS PNEUS DO LADO DIREITO ENCONTRAVA-SE MURCHO, E TAMBÉM HAVIA UM ARRANHÃO NA PORTA TRASEIRA DO LADO DIREITO".
Diante dos fatos, a equipe do Altinho pode ser denunciada e notificada no Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE), onde pode ser incurso em um ou mais artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), podendo perder mando de campo e até pagar multa.
O diretor de Futebol do Altinho, Laelson Lima, disse que o clube está tranquilo quanto a uma possível notificação.
- As coisas aconteceram fora das quatro linhas e nós estamos confiantes de que isso poderá nos ajudar, caso sejamos notificados. Mas vamos aguardar, pois ainda não fomos comunicados pela Federação Pernambucana de Futebol acerca de alguma denúncia, relacionada a esse jogo.
GE/PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário