MENU COM SUBMENU

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Araripina tem novo bloqueio judicial e pode ficar fora do Pernambucano


Pouco depois de anunciar o acerto com os quatro primeiros nomes para a disputa da Série A2 do Campeonato Pernambucano, a diretoria do Araripina recebeu um duro golpe. O clube foi informado que terá mais um bloqueio judicial trabalhista, desta vez em nome do jogador Danilo Lins, que defendeu o Bode em 2012. O valor da ação é de R$ 86 mil. No início da semana, a agremiação teve um bloqueio de R$ 40 mil.
 
De acordo com o presidente do Araripina, Ted Eduardo Alencar, os bloqueios, que foram feitos no convênio do clube com a prefeitura, principal patrocinadora do Bode, podem inviabilizar a participação do clube na segunda divisão deste ano.

– Com esses dois bloqueios (Jaime e Danilo Lins), fica praticamente inviabilizado nossa participação no Campeonato Pernambucano Série A2 – lamentou Ted Alencar, afirmando que a princípio a situação do técnico Cleibson Ferreira e a dos atletas acertados com o clube permanecem da forma que está.
 
– A priori, continuam mantidos. Até o dia 15 de junho tentaremos resolver essas pendências.
 
Sem esconder o abatimento com a notícia do novo bloqueio judicial trabalhista, o presidente do Araripina, que assumiu o clube no final do ano passado, diz que tentará resolver a situação financeira, possibilitando a presença do Bode no Pernambucano.

O sentimento é, primeiramente, de frustração, pois tínhamos um planejamento muito rigoroso sendo seguido. Estou estudando uma alternativa para que possamos resolver essas diligências. Caso não consigamos fazer isso a tempo, o plano é pagar as ações já transitadas e julgadas e negociar as que estão em andamento para que o clube entre limpo em 2016. Ainda não joguei a toalha... Vou correr atrás do sonho do torcedor que também é o meu - destaca o presidente do Bode.

Os dois bloqueios judiciais somam R$126 mil. Segundo o presidente, esta quantia equivale a folha salarial pretendida pelo clube para os quatro meses do Pernambucano da Série A2. Em março, a diretoria do Araripina definiu que a folha mensal da equipe seria de R$ 30 mil.
 

Globo Esporte.com / Araripina

Nenhum comentário:

Postar um comentário