MENU COM SUBMENU

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Raniel não joga mais pelo Santa Cruz em 2015

Foto: JC Imagem

O Santa Cruz terá um importante desfalque para o restante da temporada, mas a baixa não veio do departamento médico por conta de uma lesão em algum jogador, e sim por punição. O meia Raniel, pego no exame antidoping no início do ano por uso de cocaína, não joga mais com a camisa coral em 2015. A punição ao jogador de 19 anos vem da Fifa, que notificou o clube tricolor sobre tal medida. Raniel fica fora de combate até fevereiro de 2016, não podendo atuando por nenhum outro time.

A reportagem do JC entrou em contato com o diretor de futebol do Santa Cruz, Jomar Rocha, mas ele se limitou a dizer que "o departamento jurídico do clube está avaliando o caso e que em breve a diretoria vai se posicionar com relação ao caso". Já o vice-presidente jurídico do Santa, Eduardo Lopes, explicou que o clube não recebeu nenhuma notificação sobre o julgamento que foi realizado no último dia 15, em Genebra, na Suíça. "Em qualquer esfera judicial, todas as partes devem ser informadas para que haja o direito de defesa e sequer fomos avisados", disse Lopes.

O procedimento burocrático nesses casos jurídicos diz que a Fifa comunica a CBF, que informa a FPF-PE e, por fim, a notificação chega ao clube (Santa Cruz).

Justamente no último dia 15, Raniel foi liberado pelo STJD para voltar aos gramados, entrando inclusive como titular na vitória diante do Boa Esporte por 3x1, lá em Varginha. Depois o jogador acabou se envolvendo numa polêmica com o seu empresário, que reclamava de pendências trabalhistas do Santa com o atleta, mas foi tudo resilvido e eles tiraram a ação judicial contra o clube.

Apesar disso, Martelotte acabou "poupando" Raniel da partida contra o Ceará, no último sábado, e não o levou para a partida. Existia a expectativa que o meia voltasse a ser relacionado para o confronto contra o Sampaio Corrêa, mas o jogador não viajará para São Luís, do Maranhão. 

Por Filipe Farias da editoria de esportes do Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário