MENU COM SUBMENU

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Dado não é mais técnico do Náutico

Foto: FolhaPE

O técnico Dado Cavalcanti não comandará mais o Náutico na sequência da temporada 2017. Após a derrota por 1x0 para o Guarani de Juazeiro, no Romeirão, pela Copa do Brasil, o treinador se reuniu com a diretoria e comunicou sua saída do clube. 

 “Conversei com Eduardo (Henriques, diretor de futebol). A saída foi de comum acordo, um trato de cavalheiros. Acho que o momento é adequado para isso. Abro mão da multa rescisória que tinha no contrato. Óbvio que os resultados motivaram essa decisão. Não é comum uma sequência de derrotas como essa. Nunca perdi quatro jogos seguidos na vida”, lamentou o técnico. 

Sobre o confronto diante do Guarani, o técnico voltou a citar a falta de qualidade na finalização como um dos problemas que provocaram a eliminação precoce na Copa do Brasil. 

 “Jogamos bem hoje, mas perdemos muito gols. Sabíamos que o adversário vinha para o abafa, utilizando a velocidade dos pontas. Tudo caminhava bem, mas tomamos o gol e não tivemos força necessária para agir. Os jogadores se dedicaram, a direção sempre deu toda estrutura necessária. Mas parece que tinha uma nuvem negra que não permitiu caminhar para frente. Talvez minha saída e a chegada de um novo profissional traga um alento, fazendo o Náutico voltar a ser vitorioso”, declarou. “Se dividir o campo em duas metades, diria que a primeira metade está boa e a segunda está deixando a desejar. Talvez o Náutico precise de ajustes no setor ofensivo, outra forma de posicionar a equipe. Os resultados foram pífios”, completou. 

Dado comandou o clube em apenas sete jogos, sendo três do Campeonato Pernambucano, três da Copa do Nordeste um da Copa do Brasil. Pesou contra o profissional a sequência de quatro tropeços seguidos. A crise começou com a derrota por 1x0 para o Santa Cruz, pelo Regional, passando pelo revés em casa contra o Salgueiro, no Estadual, e perante o Campinense, em jogo válido pelo Nordestão. 

Com o profissional, o Náutico venceu duas partidas, empatou uma e perdeu quatro, com um aproveitamento de 33,3%. Dado deixou o clube na quarta posição do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano, com quatro pontos, e na terceira colocação do Nordestão, com três pontos. Na Copa do Brasil, a equipe acabou eliminada de forma precoce, deixando de ganhar R$ 315 mil – premiação dada a quem passa na primeira fase do torneio. 

O próximo compromisso do Náutico é na segunda (20), contra o Belo Jardim, no Arruda, pelo Campeonato Pernambucano.

Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário