MENU COM SUBMENU

domingo, 10 de dezembro de 2017

FUTSAL: Final do Pernambucano Adulto termina em confusão e título pode ser definido na Justiça

A final do Campeonato Pernambucano Adulto de Futsal, entre Tamandaré x Asec/Garapa de Caruaru, terminou antes do apito final por conta de uma confusão envolvendo as duas equipes. A partida foi disputada na quadra do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), em Barreiros, com o ginásio completamente lotado. A Polícia Militar e a Guarda Municipal foram acionadas para fazer a segurança do evento.

O primeiro tempo foi disputado normalmente mas no intervalo houve um tumulto que se iniciou quando o goleiro Gustavo, do Asec, se dirigiu para falar com o presidente da Federação Pernambucana de Futsal (FPFS), Luiz Cláudio de Carvalho,  sobre o andamento do jogo.


Alguns torcedores do Tamandaré ficaram irritados com a atitude partindo para cima do goleiro caruaruense e as duas equipes iniciaram a confusão.  A polícia usou spray de pimenta para acabar com o tumulto mas o gás  logo se espalhou pelo ginásio fechado e atingiu todos que estavam nele, a maioria quem não tinha nada a ver com a briga.

Os clubes agora vão aguardar a decisão da Justiça que vai tomar à frente do caso e definir o que vai acontecer com a decisão do Adulto. O resultado sai no meio desta semana.

Com informações do Info Futsal

Um comentário:

  1. A confusão começou só porque um jogador foi falar com o presidente da Federação?

    Não acredito. O Tamandaré só queria um pequeno motivo pra provocar o tumulto. Veja que antes do início do jogo, quando o Panorama Esportivo iniciativa a transmissão (ainda sem áudio), um homem vestido de azul com camisa nº 9 passa pela arbitragem e em seguida fala um monte provocações, provavelmente contra a arbitragem.
    Durante o jogo não vi nada de anormal, a não ser grande movimentação no banco de reservas do Tamandaré.

    Outro grande erro foi alguém do Panorama Esportivo entregar o microfone pra esse prefeito completamente sem noção. Vejo reportagens todos os dias e nunca vi um repórter deixar o entrevistado pegar no microfone. Mas foi bom pelo seguinte: Tamandaré não iria sair campeão e a confusão e os danos seriam muito maiores.

    Seria loucura dos jogadores do ASEC/Garapa se voltassem para o jogo.

    ResponderExcluir