MENU COM SUBMENU

sábado, 7 de julho de 2018

Brasileiro Série C: Com gol do meio-campo, Náutico vence Confiança por 3x2

Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Quem viu o Náutico vencendo com autoridade o Confiança por 3x2, no Batistão, pela 13ª rodada do Grupo A da Série C, pode se perguntar: essa era o time que estava na lanterna da chave há algumas rodadas? O clube é o mesmo time, mas o futebol...quanta diferença. O Timbu segue em ascensão na competição. O quinto triunfo consecutivo na temporada deixou os pernambucanos próximos da liderança, na segunda posição, com um ponto a menos que o Atlético/AC. Depois de viver o medo do rebaixamento, o Alvirrubro está próximo de assegurar matematicamente sua vaga no mata-mata da terceira divisão.
Na véspera do jogo, o técnico Márcio Goiano prometeu que o Náutico atuaria no Batistão da mesma forma que estava jogando em casa nas rodadas passadas. Nada de retranca ou esquema diferente. O Timbu tentou manter a mesma postura que rendeu quatro partidas consecutivas - todas em Pernambuco. O comportamento estava parecido, com os visitantes com mais posse de bola. Faltava apenas transformar o domínio em gols. Os alvirrubros não conseguiram. Daí o Confiança mostrou como se faz. Léo Ceará arriscou um chute de longe, a bola fez uma curva e enganou Bruno, que escorregou no lance.
O gol acordou o Náutico. Depois de tanto rondar a zaga do Confiança, o Timbu fez o mesmo que o adversário e decidiu arriscar. Robinho desceu pela esquerda e chutou cruzado. A bola desviou na defesa e foi morrer no fundo das redes. A reação voltou a deixar o jogo aberto para os dois lados. Antes do intervalo, o Timbu ainda teve uma ótima chance de virar o placar. Dudu chutou, Genivaldo deu rebote e Ortigoza, com o goleiro caído e livre de marcação, mandou para fora. Oportunidade daquelas que um artilheiro não pode desperdiçar.
O resultado momentâneo de empate não era ruim para o Náutico, mas o time visitante estava longe de se contentar com apenas um ponto. Mais organizado, o Timbu tentava se infiltrar na zaga do Confiança, buscando as jogadas laterais com Robinho e Dudu. Ao perceber a dificuldade em entrar na área, os alvirrubros resolveram apostar nos 
chutes de longa distância. Escolha perfeita. Aos 15, Bryan fez história no Batistão. O lateral-direito chutou do centro do meio-campo. Um foguete que pegou Genivaldo adiantado. Golaço. Três minutos depois, foi a vez de Luiz Henrique bater colocado para ampliar a vantagem no Sergipe.
O Náutico teve várias chances de matar o jogo, mas foi desperdiçando lance após lance. A vitória tranquila ganhou ares de drama quando Raí marcou aos 42 do segundo tempo, fazendo 3x2. Os minutos finais foram de tensão para os pernambucanos. Na jogada final, nem mesmo a famosa falta para levantar a bola na área salvou os visitantes. Com o apito final, o Timbu chegou ao quinto triunfo seguido, vencendo sua segunda partida fora de casa na Série C.
Ficha técnica
Confiança 2
Genivaldo; Ângelo, Simon (Camilo), Rodolfo e Radar; Everton (Thiago), Rafael Vila e Raí e Iago (Flávio); Léo Ceará e Tito. Técnico: Luizinho Lopes
Náutico 3
Bruno; Bryan (Gimenez), Camutanga, Sueliton e Assis; Josa, Luiz Henrique e Jhonnatan; Dudu (Jobson), Robinho e Ortigoza (Wallace). Técnico: Márcio Goiano
Local: Batistão (Aracaju/SE)
Árbitro: Salim Fende Chavez (SP). Assistentes: Daniel Luis Marques e Vitor Carmona Metestaine (ambos de SP)
Gols: Léo Ceará (aos 13 do 1ºT), Robinho (aos 32 do 1ºT), Bryan (aos 15 do 2ºT), Luiz Henrique (aos 31 do 2ºT) e Raí (aos 42 do 2ºT)
Cartões amarelos: Rodolfo, Rafael, Flávio (C); Sueliton (N)
FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário